sábado, maio 25, 2024
Notícias

Procuradoria-Geral do Estado inicia Planejamento para os próximos 10 anos

A Procuradoria-Geral do Estado do Acre (PGE/AC) realizou nesta segunda-feira, 28, o lançamento da primeira etapa de elaboração do Planejamento Estratégico para 2024-2033, no Teatro Hélio Melo, em Rio Branco. O planejamento será realizado em parceria com o Instituto Publix.

Estiveram presentes na solenidade a procuradora-geral do Estado, Janete Melo; o procurador-geral adjunto, Leonardo Cesário; o corregedor-geral da PGE, Luciano Trindade; o diretor-geral da PGE, Raicri Barros; o gerente-geral de projetos e consultor sênior do Instituto Publix, João Paulo Melo; e servidores da procuradoria que atuarão como multiplicadores do projeto.

O Instituto Publix conduzirá a elaboração do Planejamento da PGE, que será construído ouvindo os servidores da instituição, e em consonância com a Agenda Acre 10 anos e com o Planejamento Estratégico do Estado.

O objetivo é estabelecer um planejamento estratégico e uniforme que atenda às reais necessidades da instituição.

“É importante que saibamos para onde caminhamos e também o que o Estado espera da Procuradoria. É um trabalho conjunto realizado com os servidores da instituição, que terão a oportunidade de falar, de pensar, de sugerir, de participar de todo o processo de construção do nosso planejamento”, declara Janete Melo.

O projeto será elaborado em 3 fases e deverá ser finalizado em março de 2024. Com o Planejamento, a PGE poderá avaliar o progresso da instituição por meio das metas estabelecidas e direcionar seus recursos de forma mais eficiente para alcançar seus objetivos.

“O planejamento é uma oportunidade de pensarmos no que fazemos, onde queremos chegar. O Instituto Publix já trabalhou com mais de 400 projetos na área da gestão pública e mais de 100 dentro da área de Planejamento Estratégico, mas quem vai fazer o planejamento são os servidores.  Nós iremos dar apoio e assessoria com a metodologia e este compartilhamento das experiências pelas quais já passamos”, destaca João Paulo Melo.